Técnicas

Investir para reduzir

Novos equipamentos ajudam na gestão de custos frente à crise e agregam qualidade para driblar a concorrência

19/04/2016
A+ A-

O mercado em retração tem impulsionado as empresas de extrusão: estão em busca de se aperfeiçoar, encontrar soluções tecnológicas e projetos que possam tornar o setor mais competitivo. “Acreditamos que conquistar novos clientes e oferecer um produto com mais qualidade pode ser definitivo para a nossa sobrevivência no mercado”, aponta Marcelo Adriano Teixeira, presidente da Safetech. Para ele, uma das principais saídas é o investimento na linha de produção, principalmente, em novas máquinas que possam trazer e cácia para o processo de extrusão do alumínio. “É reduzir custos, consumo de energia elétrica, além de melhorar o manuseio do per l de alumínio, aumentando a e ciência da produção e a qualidade final do produto. Nosso setor precisa se preocupar com Investir para reduzir os nossos preços, diminuir os custos e as perdas para em um cenário pior de crise não quebrarmos”, enumera Teixeira.

Novidades

Teixeira, da Safetech: “produto com qualidade para sobrevivência no mercado” - Divulgação - Kautech
Teixeira, da Safetech: “produto com qualidade para sobrevivência no mercado” – Divulgação – Kautech

Com vinte anos de mercado, a Safetech apresenta ao setor uma tecnologia alemã, a Ascona, capaz de fazer medições dimensionais no per l de alumínio: “faz a medição de todo o per l, incluindo pontos que não são físicos, e emite um relatório a cada 24 horas de processo dentro dos padrões exigidos pela ISO 9001”, explica Teixeira. Outra empresa que também oferece soluções inovadoras em projetos para prensas é a Kautec Solutions – Brasil. “Nosso material de trabalho vem principalmente da nossa sede na Espanha e agora estamos apostando em uma máquina totalmente serra volante automatizada para o processo. Ela consegue infestar o rack, que é para onde vão os per s, os empilha e logo após infesta os per s de baixo para cima”, explica Florisvaldo Pereira, consultor e diretor comercial da Kautec Brasil.

Tendências

Uma oportunidade bem-vista no setor e, com expectativas de bons negócios, é a instalação de máquinas de embalagens de perfis, que apresentam dados práticos e interessantes em relação à qualidade do produto final e também à diminuição dos custos – já que a empresa pode trabalhar com uma equipe reduzida. Outra tendência em alta são os fornos de nitretação a gás que podem auxiliar nos processos internos, uma vez que conseguem cobrir toda a peça matriz utilizada nas prensas para fazer o perfil. Pelo que tem acompanhado do mercado, Pereira, da Kautec, avalia que apesar dos clientes terem grande receio de investir, devido ao futuro incerto da economia do país, ainda continuam vendendo seus produtos. “As empresas que não estiverem preparadas para a ascensão da economia podem perder negócios importantes se não conseguirem investir”, diz. Máquinas de embalagem de perfis dão qualidade ao produto final.

Assine nossa newsletter Receba as novidade da Revista Alumínio
Formulário de Newsletter