Bens de consumo André Backes

Alumínio como diferencial

Fabricante gaúcha de produtos para casa e lazer, MOR investe R$ 30 milhões em extrusão própria e ganha espaço no mercado com produtos diferenciados com o metal

André Backes 04/05/2016
A+ A-

Cadeiras, guarda-sol, banquetas, barracas, grelhas, varal, escadas, mesa e até remo. Uma rápida pesquisa já mostra o grande potencial em alumínio do portfólio da Metalúrgica MOR. “Hoje, uma empresa que busca a liderança no seu segmento deve oferecer produtos em alumínio”, ressalta André Backes, presidente da empresa.

Há 50 anos no mercado, a companhia localizada em Santa Cruz do Sul (RS) diversificou muito a oferta de produtos ao longo do tempo, de olho nas tendências do mercado. Agora, com o foco voltado a itens para casa e lazer, a MOR investe para crescer: foram mais de R$ 100 milhões nos últimos três anos, destes, R$ 30 milhões destinados exclusivamente à implementação da linha automatizada para a produção de escadas internas e da prensa de extrusão para alumínio. O objetivo é atender o mercado principalmente nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

No ano passado a MOR teve crescimento de 35% e faturou R$ 630 milhões. Mas a desaceleração da economia fez com que a empresa revisasse a projeção de crescimento de 2015; ainda assim, o número expressa confiança, na casa dos 10%. “Nós sempre fomos e seremos otimistas em nosso negócio, porque acreditamos nas pessoas que integram nossa indústria”, diz. Confira.

A MOR possui um portfólio de produtos bem plural em seus segmentos. Como essas mudanças de atuação foram se construindo?

No início, há 50 anos, os produtos eram voltados para o setor agrícola, porém foi com o nicho de lazer que a empresa se identificou e cresceu. No início foi um crescimento tímido, mas se viu aí as oportunidades: o DNA da empresa. Resolvemos apostar neste segmento e fomos ampliando e diversificado nossas linhas de produtos.

O que estimulou a aposta e o investimento em itens voltados para casa e lazer?

Inicialmente a empresa tinha somente produtos sazonais e muito voltados para a linha de verão, como cadeiras de praia e guarda-sol. Com oportunidades de mercado e para sair da sazonalidade, a empresa voltou-se para as linhas de casa e lazer com produtos que tinham sinergia em seu parque fabril, inclusive na área de alumínio.

Qual é a participação da MOR no mercado de produtos para casa e lazer brasileiro?

Na Linha de Lazer, os principais produtos são as cadeiras de praia e na de casa o destaque são as escadas domésticas. Nestas duas frentes de produtos a MOR tem liderança na América do Sul.

A empresa fez investimentos significativos nos últimos anos. O que confere esse otimismo à companhia?

Nos últimos anos realmente mantivemos um ritmo de crescimento bem alto. Tivemos um crescimento de 35% no ano passado, com faturamento de R$ 630 milhões. Os investimentos somam R$ 100 milhões nos últimos três anos, entre a fábrica de garrafas térmicas e produtos isotérmicos e a extrusão de alumínio. Mas neste ano, em virtude da situação econômica do Brasil, teremos um crescimento menor. Estimamos um aumento de aproximadamente 10% em nosso faturamento. Nós na MOR sempre fomos e seremos otimistas em nosso negócio, porque acreditamos nas pessoas que integram nossa indústria e sempre mantivemos pesados investimentos em tecnologia e em novos produtos.

Quais as vantagens do alumínio nesse segmento, e como tem sido o retorno do consumidor?

Em algumas linhas de produto contamos com produção nacional como complemento da linha de importados. A capacidade instalada depende da linha de produtos, mas é um volume bem considerável. As vantagens do alumínio são muitas, dentre elas poderíamos mencionar a durabilidade (não oxidam como aço), leveza no transporte e no manuseio seguro. Os produtos de alumínio têm venda crescente nos últimos anos, superando em muito as linhas de produtos similares em aço.

Quão estratégico é o metal dentro do portfólio da MOR?

A empresa está sempre atenta ao mercado e quando surge a oportunidade de um lançamento, já vem o conceito do alumínio no produto. São vários os destaques, como as escadas domésticas, escada banqueta, carrinho de praia e cadeiras de praia. O processo de desenvolvimento de produtos da MOR ocorre aliando pesquisas de mercado, conversas com clientes e investimentos constantes em nosso parque fabril.

Um dos investimentos recentes foi a instalação de uma linha de extrusão de alumínio. O que incentivou essa aposta?

O incentivo vem de um número crescente de itens e das linhas de produtos com esse componente, uma demanda maior de consumo. Buscar oferecer produtos de alta qualidade e com preços competitivos, acessíveis ao consumidor. Além disso, a determinação de uma série de normas e a certificação dos equipamentos impostas pelo Inmetro devem resultar em ampliação de vendas para escadas, devido à preocupação do consumidor com segurança. A empresa viu aí uma oportunidade de crescimento e expansão de vendas, tornando seus produtos mais competitivos e buscando ganhar mercado em São Paulo e Rio de Janeiro. Devemos encontrar caminhos para valorizar a economia local e regional, de modo a reduzir as desigualdades. A crise é um momento para muita criatividade e também para oferecer novas oportunidades de trabalho.

Como é a estratégia da MOR para superar a concorrência, principalmente dos importados?

Uma das estratégias é o próprio investimento nessa linha de extrusão, eliminando custos intermediários para poder enfrentar a concorrência. Com isso, a produção passa de 45 mil unidades de alumínio para 140 mil unidades ao mês, devendo gerar até 100 empregos diretos.

Como a empresa trabalha a gestão da qualidade de seus produtos, principalmente os de alumínio?

Além de um rigoroso controle de qualidade na entrada da matéria-prima a empresa conta com um sistema de gestão e é certificada na ISO 9001: processos padronizados, colaboradores treinados, inclusive com uma área de inspeção de qualidade onde são auditados processos e produtos acabados. Contamos também com um laboratório interno e outros laboratórios externos que verificam a qualidade dos produtos. A linha de escadas domésticas, por exemplo, exclusiva de alumínio, é certificada pelo Inmetro.

Assine nossa newsletter Receba as novidade da Revista Alumínio
Formulário de Newsletter